Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

FIM da Trafulhice

Pelo exposto ao longo do presente documento -- Chega de fabricar crimes na secretaria - que para acabar com tais propósitos, a gravação de imagem e som é o remédio certo - complementado com o crime de enriquecimento inj.

FIM da Trafulhice

Pelo exposto ao longo do presente documento -- Chega de fabricar crimes na secretaria - que para acabar com tais propósitos, a gravação de imagem e som é o remédio certo - complementado com o crime de enriquecimento inj.

 

Presidente Marcelo Rebelo de Sousa

Exmº. Senhor presidente da República, com o respeito que sempre deve prevalecer nas relações pessoais, não é hora de salvar pessoas, mas sim o País, atolado no caos económico, consequente de um mar de corrupção, em que os seus protagonistas abundam impunemente, devastando as instituições democráticas, submetendo o povo a grandes dificuldades à fome, na miséria, rejeitando-se oportunidades, para uma melhor qualidade de vida, como ainda num passado muito recente, se verificou na casa da democracia, em relação a um projecto, apresentado pelo bloco de esquerda, que apenas mereceu o apoio do (PAN), sendo que todos os demais grupos parlamentares, o ignoraram (mostrando-se indisponíveis), favorecendo as industrias do tabaco, álcool, farmacêuticas e o narcotráfico: https://conceito.de/narcotrafico - mantendo as cadeias cheias onde o tráfico de droga é uma realidade e a exploração de mão de obra outra, para servir os interesses de quem vive em torno das prisões, que nada mais produzem do que prejuízo aos bolsos dos contribuintes, pelo que então vieram agir, contra a saúde, economia e a paz social, mesmo após as recomendações à escala planetária, do presidente da ( ONU ), a salientar quando esse mesmo à (20) vinte anos, na qualidade de primeiro-ministro o defendeu a tese agora apresentada pelo bloco de esquerda, ao que se junta a defesa do especialista o presidente do SICAD, João Goulão, e que sobre o uso da cannabis para fins medicinais a (OMS) também se revelou favorável, admitindo que nem pretende ver a cannabis tratada como droga, sendo que pelo menos (50 ) cinquenta países já procederão à sua legalização, e nesses termos o não poderia deixar, de apelar junto de Sua Excelência, para uma eventual intervenção em torno da classe politica, a levar a uma melhor reflexão, e assim o possa vir a ser aprovada a resolução para a problemática, que a todos nos afecta o Estado, cidadãos e a sociedade, sendo que eu mesmo enquanto vulgo cidadão, não cursado (poucos estudos), o vim apresentar uma exposição (antes do debate politico), bastante elucidativa, para o que inclusivamente alertei sobre a minha experiência de vida acerca de algumas matérias, não o sendo toxicodependente 20 de Março de 2018: http://atoscorruptos.blogs.sapo.pt/onu-apela-descriminalizacao-integral-do-142465

 

Grato pela atenção e o tempo que possa ter tomado,

Raul Caldeira 

 

De: belem@presidencia.pt <belem@presidencia.pt>

Enviado: 26 de março de 2018 21:57
Para: raulcaldeira@hotmail.com
Assunto: Sítio da Presidência da República Portuguesa - Escreva ao Presidente

Acusamos a recepção da sua mensagem a qual agradecemos.

This message has been scanned by P.R. and is believed to be clean

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Favoritos